Stent cardíaco Fortaleza, Ceará

Informações sobre Stent cardíaco em Fortaleza. Encontre aqui endereços e telefones de médicos especialistas, clínicas e hospitais em Fortaleza, além de artigos sobre Stent cardíaco.

Tereza Cristina P Diogenes
3466-3017
R Doutor Jose Lourenco 531
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Ricardo de Lima Saraiva Leao
3272-6802
R Tiburcio Cavalcante 2855
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Ana Gardenia Liberato P Farias
3486-6488
Av Dom Luis 1233
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Raimundo Nonato Bastos Araujo
3264-0449
Av Santos Dumont 3131
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Wagner Ramos da Silva
3272-0102
Av Treze de Maio 1189
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
William Nunes Perdigao
3252-2804
Rua Pereira Filgueiras 1095
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Raquel Bezerra de Menezes Gondim
(85) 3257-5566
Rua Silva Paulet 2690
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Tulio Celio Fonteles Pinheiro
Av Dom Luis 1233
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Zenar Maria Ribeiro Mendes
3264-1000
R Rocha Lima. 1170
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Ricardo Pereira Silva
3458-1672
Av Santos Dumont 5633
Fortaleza, Ceará
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Stent cardíaco

Stent cardíaco é uma endoprótese expansível, em formato de tubo, normalmente fabricada com metal (especialmente nitinol, aço e ligas de cromo e cobalto), perfurado, que é colocado no interior de uma artéria para prevenir ou evitar a obstrução do fluxo no local por entupimento desses vasos. Existem também os chamados stents farmacológicos, revestidos com fármacos, que são lentamente e gradativamente liberados na artéria.O stent é muito utilizado em angioplastias, intervenção que objetiva aumentar o fluxo sanguíneo para o tecido muscular do coração. Seu uso auxilia na prevenção de uma nova estenose ou obstrução.O procedimento de implantação do stent inicia-se com a administração de analgésicos ao paciente e fármacos que diluem o sangue, objetivando prevenir a formação de coágulos de sangue. Em seguida, esta prótese é introduzida em uma artéria na virilha ou no braço, com a ajuda de um cateter balão, que é guiado até o local da obstrução. O balão infla (podendo ficar assim de 20 segundos a 3 minutos), fazendo com que os vasos sanguíneos se expandam, sendo, em seguida, desinflado, deixando o stent cardíaco no local anteriormente obstruído, fazendo com que o fluxo de sangue retorne ao normal.Este procedimento é relativamente simples, sendo que o paciente normalmente recebe alta no dia seguinte. Após o fim do procedimento, o paciente deve permanecer deitado por algumas horas com compressão sobre a artéria femoral para prevenir a formação de hematomas no local onde o cateter foi inserido.Pacientes com stent cardíaco precisam tomar medicamentos para inibir a ação plaquetária, e consequente formação de coágulos e trombose do stent. Os medicamentos mais utilizados são a aspirina e clopidogrel. Caso o stent utilizado seja o farmacológico, é provável que o paciente receba estes medicamentos por meio dessa prótese por, pelo menos, um ano.Os pacientes indicados para implantar o stent cardíaco são aqueles que estão tendo um ataque cardíaco, que apresentam fortes dores no peito frequentes ou grave que não responde ao uso de medicações e que apresentam circulação sanguínea severamente diminuída para uma determinada área do músculo cardíaco, devido a uma ou mais artérias estenosadas. No entanto, o paciente necessita apresentar saúde suficiente para passar por este procedimento.Todos os stents apresentam um risco de formar tecido cicatricial, podendo levar a um novo estreitamento da artéria. Para ajudar a evitar esse problema, os stents farmacológicos são banhados com drogas que evitam o crescimento de tecido cicatricial na artéria. Este tipo de stent pode reduzir a probabilidade de o paciente necessitar realizar novamente este procedimento.Fontes:http://www.mdsaude.com/2010/12/cateterismo-cardiaco-angioplastia-stent.htmlhttp://www.copacabanarunners.net/stent.htmlhttp://www.medicinanet.com.br/conteudos/artigos/2461/cirurgia_nao_cardiaca_e_terapia_antiplaquetaria_apos_stent_coronario.htmhttp://artigo.polomercantil.com.br/article_display/article_display.php?article_id=stents_cardiacos_e_sua_colocacao_e_biomarcadores_cardiacos__245950http://betteronlinehealth.com/doenca-cardiaca/angioplastia-com-colocacao-de-stent-de-ataques-cardiacos-e-angina-instavelhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Stenthttp://mycardiacwebsite.com/Coronary%20Artery%20Disease/how_to_treat_heart_attack.htmlhttp://www.prorunning.com.br/blog/?p=240