Ressonância Magnética Curitiba, Paraná

Informações sobre Ressonância Magnética em Curitiba. Encontre aqui endereços e telefones de médicos especialistas, clínicas e hospitais em Curitiba, além de artigos sobre Ressonância Magnética.

Laboratório Brasil Paranalise
(41) 3324-1254
Praça Rui Barbosa 827 cj 117
Curitiba, Paraná
 
Laboratório Anal Clínicas S Paulo S/c
(41) 3333-9790
Avenida Marechal Floriano Peixoto 2333
Curitiba, Paraná
 
Laboratório Ambientali
(41) 3324-3152
Rua Emiliano Perneta 10
Curitiba, Paraná
 
Laboratórios Médicos Dr. Sérgio Franco
(41) 3028-2672
Avenida 7 de Setembro 4307
Curitiba, Paraná
 
Mycolab
(41) 3224-6612
Rua Marechal Deodoro 869 - 8 cj 806
Curitiba, Paraná
 
Gr Análises Clínicas & Toxicológicas
(41) 3331-5800
Rua Doutor Roberto Barrozo 1360
Curitiba, Paraná
 
Laboratório de Análises Clínicas Lanac
(41) 3023-6235
Avenida Brasília 6008
Curitiba, Paraná
 
Labor Analis Clínicas Mat e Infantil
(41) 3077-0428
Rua Raul Pompéia 377 s 11
Curitiba, Paraná
 
Vicenlab Laboratório Clínico
(41) 3338-7755
Rua Ângelo Zeni 247
Curitiba, Paraná
 
Citolab Laboratório de Citologia Clínica e Histopatologia
(41) 3029-1150
Rua Padre Anchieta 1846 - 2 s 207
Curitiba, Paraná
 

Ressonância Magnética

A ressonância magnética consiste em uma técnica que possibilita determinar propriedades de uma substância correlacionando-se a energia absorvida contra a frequência, na faixa de megahertz (MHz) do espectro eletromagnético, definindo-se como sendo uma espectroscopia. Mais simplificadamente, a ressonância magnética é um método de diagnóstico que possibilita a observação em alta definição das estruturas internas do organismo.Foi no ano de 1977, mais precisamente no dia 03 de julho que foi realizado o primeiro exame de ressonância magnética em um ser humano, técnica que viria mudar o cenário da medicina moderna. Na primeira experiência foram necessárias cinco horas para a geração de uma imagem, sendo que essas, quando comparadas com as atuais, eram pouco nítidas.Este se trata de um exame indolor que não gera nenhum tipo de prejuízo à saúde do paciente. A ressonância magnética inicia-se posicionando o paciente na mesa acoplada ao aparelho de ressonância, que desliza para o interior do tubo aberto em ambas as extremidades, que por sua vez, emitirá pulsos de energia das ondas de rádio, percorrendo todo o corpo do paciente ou somente uma região específica, elaborando um mapeamento da área examinada. O exame habitualmente dura de 30 a 40 minutos.Outro uso da ressonância magnética é no estudo do sistema arterial do corpo, sem evidenciar o tecido circunvizinho, sendo que em muitos casos, este resultado é alcançado sem o uso de contraste necessário da na radiologia vascular.Este exame é indicado para diagnóstico de diversas patologias, como:Esclerose múltipla,Tumores na hipófise e no cérebro;Infecções do sistema nervoso central e articulações;Evidenciação de ligamentos rompidos, bem como lesões no ombro;Tendinite;Avaliar massa dos tecidos macios do corpo;Avaliar tumores ósseos e hérnia de disco;Derrame no estágio inicial.A ressonância magnética não é indicada para pacientes que possuem algum tipo de metal implantado no corpo, como, por exemplo, marca-passo, implante eletrônico, próteses, fragmentos metálicos e grampo. Nesses casos, é necessária que haja a autorização do médico para a realização do exame.Fontes:http://pt.wikipedia.org/wiki/Resson%C3%A2ncia_magn%C3%A9ticahttp://saude.hsw.uol.com.br/ressonancia-magnetica.htmhttp://www.portaldireito.com.br/farmacia/artigos/4739/o-que-e-ressonancia-magneticahttp://www.radicom.com.br/guia1.htm