Osteopatia Juiz de Fora, Minas Gerais

Informações sobre Osteopatia em Juiz de Fora. Encontre aqui endereços e telefones de médicos especialistas, clínicas e hospitais em Juiz de Fora, além de artigos sobre Osteopatia.

Miriam Regina Consoli Talho Ribeiro
(32) 3215-0629
Av. Barao do Rio Branco 2288 - Sala 909
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Homeopatia

Dados Divulgados por
Adalgiza Hauck Ribeiro
323-2134
Av Rio Branco 2588 - 1302
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Homeopatia

Dados Divulgados por
Terapeuticum Raphael Clin Medica Antroposofica
(32) 3215-4872
Rua Marechal Deodoro 225 - Apto 103
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Homeopatia

Dados Divulgados por
Elizabete Pimentel Gomes
(32) 3217-0874
Avenida Barão do Rio Branco 2406 - Sala 307
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Homeopatia

Dados Divulgados por
Monica Guimaraes Brum de Castro
(32) 3216-1628
Rua Santo Antonio 1500 - 703
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Homeopatia

Dados Divulgados por
Elisabeth Mendonca Daniel
323-2112
Rua Santo Antonio 1500 - Sl 1004
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Homeopatia

Dados Divulgados por
Josefa Eliana de Sousa Matos
(32) 3211-8288
Av Rio Branco 2595 - 807
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Homeopatia

Dados Divulgados por
Geraldo Maria dos Santos
(32) 3216-8349
Av Rio Branco 2721 - 906
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Homeopatia

Dados Divulgados por
Helena de Oliveira
(32) 3216-7722
Rua Gilberto de Alencar 858
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Homeopatia

Dados Divulgados por
Heid Iasbik
(32) 3217-9535
Rua Constantino Paleta 229
Juiz de Fora, Minas Gerais
Especialidade
Homeopatia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Osteopatia

Defini-se osteopatia como uma técnica de fisioterapia curativa que auxilia no tratamento de doenças, por meio da manipulação do sistema músculo-esquelético.Esta técnica foi criada no final do século XIX, pelo médico americano Andrew Taylor Still. Surgir por meio de observação e investigação que correlaciona as patologias às suas manifestações físicas.Como seus princípios não baseiam-se no conhecimento da medicina moderna ocidental, é tida como um tipo de medicina alternativa. Os tratamentos utilizam uma abordagem holística da saúde, considerando que por meio da manipulação das articulações pode-se aumentar a capacidade de recuperação do corpo. Na prática, o enfoque dos tratamentos da osteopatia direciona-se para as dores nas costas, pescoço e entre outras articulações.Existem quatro grandes princípios:A estrutura, que são os ossos, músculos, órgãos, etc. Encontra-se reciprocamente relacionada com a função dos diversos sistemas do organismo. O sistema neuro-músculo-esquelético é responsável por regular todos os outros sistemas. Alterações dos participantes somáticos podem não apenas ser uma manifestação de doença, como também um fato que colabora para o surgimento da própria doença.O organismo possui a capacidade de se auto-regular e curar, assim que eliminar os obstáculos que resultam na doença.O sangue é o responsável pelo transporte de todos os nutrientes necessários ao funcionamento adequado dos tecidos. Deste modo, uma boa circulação é imprescindível para que haja um bom funcionamento do organismo.O corpo é uma unidade em movimento. O fluxo nervoso, vascular e linfático é de extrema importância para manter uma boa saúde.Na primeira sessão de osteopatia é realizado um exame completo, com anamnese, palpação, inspeção, territórios cutâneos nervosos, etc. Por conseguinte, o exame osteopático evidencia todas as alterações mecânicas do aparelho locomotor, especialmente na pelve e na coluna vertebral. Após essa cuidadosa avaliação, o osteopata define as cadeias lesionadas do paciente.O osteopata aplica uma técnica de acordo com cada tecido, partindo das constatações obtidas do exame realizado previamente. Existem duas grandes famílias de técnicas manuais:Estruturais: este corrige, por exemplo, uma disfunção vertebral com uma técnica de thrust de pequena amplitude e de alta velocidade; realizam decoaptações articulares axiais leves, conhecidas por pompagem; ou que alongam um músculo espasmado com uma técnica de stretching rítimico, etc.Funcionais: esta trata, por exemplo, uma compressão nervosa ou vascular com a técnica dos pontos, os gatilhos de Jones. Além delas, existem as técnicas estruturais de articulações fundamentadas na construção de alavancas adaptadas e as neuromusculares de Stenley Lief, úteis na harmonização das tensões faciais.A indicação de osteopatia se dá em casos de algias, tais como torcicolos, cervicalgias, dorsalgias, lombalgias agudas e crônicas, desequilíbrio da pelve, síndrome do piriforme (falsa ciática), hérnias de disco, entre outras. Também é indicada nos casos de dores do membro superior, como nevralgias cervicobraquiais, periartrites escapuloumerais, parestesias, cotovelo de tenista, lesões por esforços repetitivos, síndrome de compressão do desfiladeiro escapulotorácico, e em determinadas dores do membro inferior, como ciáticas, cruralgias, tendinites, entroses, etc. Dentro dos casos que são contra-indicados, encontram-se os reumatismos inflamatórios, neoplasias ósseas malignas, fraturas, determinadas vertigens por insuficiência vertebro-basilar e osteoporose avançada, onde apenas algumas técnicas podem ser indicadas.Fontes:http://www.cmcsgabriel.med.br/osteopatia.htmhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Osteopatiahttp://www.osteopatia.cc/http://www.profala.com/artfisio41.htm