Oftalmoscopia Tabatinga AM

Informações sobre Oftalmoscopia em Tabatinga. Encontre aqui endereços e telefones de médicos especialistas, clínicas e hospitais em Tabatinga, além de artigos sobre Oftalmoscopia.

Laboratorio de Analises Clinicas
(16) 3385-1755
Rua Episcopal 125
Tabatinga, São Paulo
 
Laboratorio de Analises Clinicas Sao Lucas
(16) 3385-1599
Rua Catanduva 229
Tabatinga, São Paulo
 
Hospital Militar de Tabatinga
(97) 3412-2403
Avenida Amizade 887
Tabatinga, Amazonas
 
Laboratório Dr Djalma Batista
(92) 3232-2588
Rua da Instalação 109
Manaus, Amazonas
 
Laboratório Alagia
(92) 3234-7575
Avenida 7 de Setembro 1251 lj 8
Manaus, Amazonas
 
Adelma R Oliveira
(97) 3412-3765
Rua Pátria
Tabatinga, Amazonas
 
Santa Casa de Misericordia Sao Miguel
(16) 3385-1617
Rua Catanduva 206
Tabatinga, São Paulo
 
Hospital de Guarnição de Tabatinga
(97) 3412-2403
Avenida Amizade 894
Tabatinga, Amazonas
 
Laboratório de Análise Sousa Filho
(92) 3521-2243
Avenida 7 de Setembro 1423
Itacoatiara, Amazonas
 
Laboratório Laborcont
(92) 3584-7344
Rua Acre 12
Manaus, Amazonas
 

Oftalmoscopia

A oftalmoscopia, também conhecida como fundoscopia, é um exame que visa observar o a região posterior do globo ocular, que compreende a retina, o disco óptico, a coróide e os vasos sanguíneos ali presentes.Este exame é realizado com o auxílio do oftalmoscópio, aparelho inventado por Hermann von Helmholtz, que permite avaliar a saúde da retina e do humor aquoso.Este exame permite detectar sinais de algumas afecções oculares, como glaucoma, auxilia no controle do aparecimento de alterações oftálmicas em diabéticos, com aterosclerose ou com pressão alta. Pode ser realizado de diferentes formas: oftalmoscopia com lâmpada de fenda, oftalmoscopia direta simples e oftalmoscopia indireta.Oftalmoscopia com Lâmpada de FendaNeste tipo de procedimento, o paciente é colocado numa lâmpada de fenda. Este aparelho é comumente utilizado na oftalmologia para avaliar a região anterior do globo ocular.Pode ser direto ou indireto. No primeiro caso, utilizam-se lentes de contato, enquanto que na segunda utilizam-se lentes indiretas colocadas entre o olho do paciente e a lâmpada de fenda, possibilitando a visualização da retina em esteriopsia (visão tridimensional). Normalmente, este exame é feito com dilatação pupilar farmacológica.Oftalmoscopia Direta SimplesNeste procedimento o paciente encontra-se sentado, em ambiente com pouca luminosidade para evitar que ocorra miose (constrição pupilar). É feita uma observação através da pupila, utilizando o oftalmoscópio, dos vasos sanguíneos, retina e mácula. O oftalmoscópio é composto por uma fonte de luz com vários filtros de diferentes cores (geralmente 3), diâmetros de luz distintas e um sistema de focagem que possibilita a observação do fundo do olho. Este compensa a potência dos óculos, caso o paciente use.Depois de realizada a observação, o paciente passa por um processo denominado fenômeno de pós-imagem (mancha escura no campo de visão) que desaparece rapidamente. Contrariamente a oftalmoscopia indireta, a imagem não aparece invertida. Embora não seja necessária, em certos casos, faz-se a dilatação da pupila, sendo que a observação do fundo do olho deve ser realizada dentro de 15 a 20 min após a administração de um fármaco midriático.O olho esquerdo deve ser observado pelo olho esquerdo do médico, enquanto que o olho direito pelo olho direito do mesmo. O oftalmoscópio necessita ser aproximado do olho, até sua parte superior quase tocar no supra-cílio. O paciente deve olha para frente e fixar o olhar em álbum objeto distante. Neste momento, fixa-se um reflexo vermelho no fundo do olho do paciente, aproximando o oftalmoscópio formando-se um ângulo lateral de 30° do plano vertical.Oftalmoscopia IndiretaO paciente deve encontrar-se sentado, com as costas inclinadas para trás em aproximadamente 45°. O oftalmologista deve colocar a cabeça no oftalmoscópio indireto. Esta visualização também é realizada interpondo-se lentes. Neste último, a imagem também é estereoscópica, sendo observado um amplo campo da retina. Este procedimento normalmente é feito depois de realizada a dilatação farmacológica da pupila.A duração desse exame vai de 5 a 10 min, sendo necessário que o paciente situe o olho em distintas posições, permitindo, assim, uma melhor observação da retina.Fontes:http://pt.wikipedia.org/wiki/Oftalmoscopiahttp://www.conhecersaude.com/exames-medicos/o/3124-Oftalmoscopia.htmlhttp://www.mdsaude.com/2011/04/exame-de-fundo-de-olho.htmlhttp://fisiologia.med.up.pt/Textos_Apoio/outros/fundoocular.pdf