Espirometria Belo Horizonte, Minas Gerais

Informações sobre Espirometria em Belo Horizonte. Encontre aqui endereços e telefones de médicos especialistas, clínicas e hospitais em Belo Horizonte, além de artigos sobre Espirometria.

Laboratório Geraldo Lustosa
(31) 2104-1234
Rua Fernandes Tourinho 529
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Laboratorio Sao Marcos
(31) 3484-6311
Avenida Cristiano Machado 1710
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Laboratório Alvarenga
(31) 3241-2231
Rua Ceará 161 cj 502
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Laboratório Geraldo Lustosa
(31) 2104-1234
Rua Domingos Vieira 348 - 3
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Laboratório Imunolab
(31) 3274-6061
Avenida Bernardo Monteiro 971
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Citocenter
(31) 3241-1196
Rua Ulhoa Cintra 95 s 403
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Laboratório Hemape
(31) 3451-6266
Rua Padre Pedro Pinto 933
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Laboratório Diagnose Anatomia Patológica
(31) 3274-8264
Avenida Professor Alfredo Balena 189 s 1503
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Geraldo Lustosa
(31) 3498-5819
Rua Conceição do Mato Dentro 441
Belo Horizonte, Minas Gerais
 
Sociedade Brasileira de Análises Clínicas Regional
(31) 2531-1563
Rua São Paulo 1665 bl A s 301
Belo Horizonte, Minas Gerais
 

Espirometria

A espirometria (termo oriundo do latim spirare = respirar; metrum = medida), também chamada de exame do sopro, prova da função pulmonar ou prova respiratória, trata-se de um exame do pulmão capaz de verificar os diversos volumes e fluxos pulmonares.Este exame pode ser realizado por médicos pneumologistas e/ou cardiopneumologistas e fisioterapeutas e é capaz de medir a velocidade e a quantidade de ar que adentra e sai dos pulmões de um indivíduo.Consiste em um exame não invasivo e indolor, apresentando em raros casos potencial risco ao paciente em decorrência das manobras necessárias para a sua realização.Realiza-se a espirometria por meio de diversas manobras respiratórias pela boca através de um tubo conectado a um aparelho denominado espirômetro, o qual registra o volume e a velocidade do ar respirado. Resumidamente, sentado, o paciente respira por meio de um tubo ligado ao espirômetro, existindo um feixe de borracha que tampa o nariz, uma vez que não se pode desperdiçar o ar respirado pelo paciente. O profissional que guia o exame pode pedir ao paciente para este:Respirar tranquilamente por certo tempo;Encher o peito completamente;Assoprar com o máximo de força e rapidez que conseguir, sendo que o paciente deve repetir o assopro no mínimo 3 vezes;É provável que seja necessário assoprar vagarosamente algumas vezes;Depois de findada a primeira etapa, o técnico pode solicitar ao paciente o uso de um “spray” broncodilatador, repetindo-se o exame após 15-20 minutos.Este exame pode ser solicitado para pesquisar patologias respiratórias, como a asma e a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), bem como no acompanhamento da evolução de outras patologias respiratórias.Anteriormente ao exame, devem ser adotadas algumas medidas, como:Evitar fazer refeições volumosas 1 horas antes da realização do exame;Suspender o uso de broncodilatadores de curta ação 4 horas antes do exame e os de longa ação pelo menos 12 horas antes do exame;Nas 6 horas que precedem o exame, não consumir café e chá;Não fazer uso de tabaco por no mínimo 2 horas antes do exame;Não consumir bebidas alcoólicas nas últimas 4 horas antes do exame;Repousar por 5 a 10 minutos antes do exame.Fontes:http://pt.wikipedia.org/wiki/Espirometriahttp://www.neolabor.com.br/espirometria_analisepericial.htmhttp://www.espirometria.com.br/http://www.institutosomed.com.br/exames/pneumologia-otorrinolaringologia/espirometria/