Clinicas de Cirurgia Plástica Contagem, Minas Gerais

Encontre Clinicas de Cirurgia Plástica em Contagem. Conheça os profissionais especializados desta área em sua região, aproveite e leia nossos artigos com tutoriais, dicas e informações relevantes sobre este assunto.

Reinaldo Caldeira Neves
(31) 3532-2277
Av. Nossa Senhora do Carmo 342
Betim, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Alexandre Machado Profeta
3289-1800
Av do Contorno 4747 - 3 Andar
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dário José Duarte
(31) 3241-2481
Av. dos Andradas 2287 - Conj. 1103
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Lazara de Nazare Chagas Caldeira
(31) 3281-1090
Rua Maranhao 774
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Lena Tereza de Melo Lapertosa
(31) 3275-3488
Av Contorno 9921 - 506
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Fernando Carvalho de Vasconcelos
(31) 3344-0034
R. Prof. Morais 562 - Sala 107
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Celio Jose de Oliveira
3241-2426
R Piaui 217 - Salas 101 102
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Laercio Lobo de Faria
(31) 335-8955
Rua Paracatu 1163 - de 1051/1052 ao Fim
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Alvaro Vieira Junior
(31) 3295-3411
R. Timbiras 3642 - Sala 704
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Edgard Tom Back Junior
(31) 3241-3106
Av Brasil 84 - 1106
Belo Horizonte, Minas Gerais
Especialidade
Cirurgia Plástica

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Clinicas de Cirurgia Plástica

Seja por estética ou para corrigir malformações, a busca pelo corpo perfeito tem levado muitas pessoas a recorrerem à cirurgia plástica. Esse tipo de intervenção está relacionado ao bem-estar social e emocional, pois quando a plástica é feita para resolver problemas estéticos ou reparadores, ela reflete diretamente no bem-estar do paciente, melhorando a sua autoestima.

De acordo com a cirurgiã plástica Ana Paula Polato Guiné (CRM-87. 718), o desejo de mudar algo que não agrade no corpo motiva o brasileiro a procurar cada vez mais procedimentos cirúrgicos. “Uma das primeiras coisas que as pessoas notam após uma cirurgia plástica é que seus corpos parecem mais proporcionais ou equilibrados. O intuito da cirurgia é a busca pelo contorno corporal,”, explica a cirurgiã.

Segundo com uma pesquisa feita pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP), só no ano passado 400 mil brasileiras, das quais 60 mil têm menos de 30 anos, implantaram silicone nos seios ou eliminaram gordura de algum ponto do corpo.

“A insatisfação com o corpo e o medo da velhice são os principais motivos que levam as pessoas ao centro cirúrgico. Entre os procedimentos estéticos, o mais procurado é a cirurgia de mama (levando em conta aumento, redução e lifting mamário), seguido pela cirurgia de lipoaspiração, ressalta a cirurgiã plástica.

Antes de submeter a uma cirurgia plástica, a médica Ana Paula Polato Guiné explica qual é a finalidade de cada uma delas:

Inclusão de Prótese Mamária de Silicone:
É indicada para quem deseja aumentar o tamanho das mamas. Indiretamente, a inclusão das próteses contribui para deixá-las mais firmes e com os contornos mais bonitos e interessantes.

Cirurgia plástica do Abdômen:
Recomendada para mulheres que já tiveram filhos ou passaram por grandes emagrecimentos e têm excesso de pele, na região do abdômen.

Cirurgia Plástica do Nariz:
Indicada para quem não está contente com o formato ou o tamanho do seu nariz, realizando mudanças específicas, mas mantendo o padrão individual.

Cirurgia Plástica das Pálpebras:
Utilizada para melhorar o famoso “olhar cansado”, retirando o excesso de pele e as “bolsas de gordura” das pálpebras.

Cirurgia Plástica de redução e Levantamento das Mamas:
Aconselhada para quem tem mamas grandes ou somente caídas. Realiza a retirada de pele e/ou tecido mamário e o reposicionamento das aréolas.

Cirurgia Estética do Contorno Corporal Pós- Emagrecimento:
Ideal para quem perdeu muito peso e tem excesso de pele retirada no abômen, mamas, braços e/ou coxas.

Lipoaspiração
A lipoaspiração tem a finalidade de melhorar o contorno do corpo, não é uma cirurgia de emagrecimento.

Cirurgia Plástica de Orelhas:
A sua finalidade é corrigir as famosas “orelhas de abano”

Cirurgia Plástica da Face:
Para quem tem rugas em excesso e flacidez na pele do rosto. Pode ser realizada com pequenas incisões (Mini-Lifting) ou com a Ritidoplastia completa, dependendo de cada indicação.

Cirurgia Plástica Íntima:
Serve para melhorar a autoestima e o bem-estar das mulheres insatisfeitas com o aspecto estético da genitália.
Para esclarecer algumas duvidas de pacientes que desejam fazer algum tipo de cirurgia plástica, a cirurgiã plástica Ana Paula Polato Guiné (CRM- 87.718), expõe 25 questões sobre o que é mito e verdade:

1-A cirurgia plástica não deixa cicatriz?

Mito – A partir do momento que se realiza um corte, presente em TODA cirurgia, é formado uma cicatriz pelo corpo, que NUNCA desaparece. Não há fórmula secreta para amenizar o aparecimento das cicatrizes, e a cirurgia plástica procura deixa-las o menor possível e tentar esconder ao máximo para que fiquem discretas.

2- A cirurgia plástica emagrece?

Mito – A cirurgia plástica não emagrece, apenas melhora o contorno corporal. Pacientes que desejam emagrecer devem fazer essa escolha antes da cirurgia, para que o resultado seja o melhor possível.

3- É possível engrossar as pernas com silicone?

Verdade – As próteses para o implante de silicone nas pernas coxas e panturrilhas são do mesmo material das próteses de mama. É possível fazer o implante nessas áreas do corpo.

4- Mulheres que acabaram de dar a luz podem fazer plástica?

Mito- O ideal é a futura mãe aguarde cinco meses após o parto e mais três depois da interrupção da amamentação. O correto é operar a paciente cerca de nove meses após o nascimento da criança.

5- Cirurgia plástica também se faz nos órgãos sexuais?

Verdade - É muito comum as mulheres solicitarem a diminuição dos pequenos lábios (ninfoplastia) e o aumento dos grandes lábios (com enxerto de gordura). Estes procedimentos dão um aspecto jovial à área que se modifica com a idade, principalmente após a gestação.

Lipoaspiração: Mito X Verdade

6- A lipoaspiração a laser proporciona um pós-operatório mais rápido?

Mito- A finalidade do laser é auxiliar na perfuração da gordura e facilitar o trabalho do cirurgião. O pós-operatório pode variar a cada paciente. Ainda não existe uma cirurgia plástica que não deixe o corpo inchado.

7- A vibrolipoaspiração com cânula vibratória é mais segura que a cirurgia tradicional?

Mito- Qualquer tipo de lipoaspiração pode apresentar um risco para o paciente, enquanto todos os tipos de lipoaspiração são seguros igualmente, quando bem indicados. A diferença da vibrolipo para a lipoaspiração convencional é que ela é menos cansativa para o médico e a agressividade do movimento é menor, o que, indiretamente pode aumentar sua segurança.

8- Usar cânulas descartáveis durante a cirurgia de lipoaspiração elimina os riscos do paciente pegar uma infecção?
Mito- As cânulas descartáveis devem ser esterilizadas antes da cirurgia para aumentar a segurança do paciente. Esse processo pode amenizar os riscos, mas não elimina a possibilidade de ocorrer uma infecção, inerente a qualquer procedimento cirúrgico.

9- A lipoaspiração pode sumir com a celulite?

Mito – Se a pele é flácida pode até haver uma piora, principalmente se a celulite estiver associada á flacidez.

10- A minilipo é mais perigosa?

Verdade - A minilipo, quando realizada fora do ambiente hospitalar, geralmente é feita, sem condições adequadas de antissepsia, sem anestesista, ou monitorização. A indicação correta de minilipo é quando a região a ser tratada é pequena, em ambiente hospitalar e com acompanhamento de um anestesista.

11- O resultado da lipoaspiração só pode ser conferido após seis meses?

Verdade- Logo após a lipoaspiração o corpo fica inchado o que dificulta notar o resultado. A pele ainda não se acomodou e pode haver a presença de alguns nódulos e hematomas. Para conferir o resultado, o ideal é esperar até seis meses, pois antes disso podem ocorrer pequenas modificações.

12- Depois da lipoaspiração, o volume na região aspirada não volta mais?

Verdade – Depois que as células adiposas são retiradas elas não se formam novamente. Estas células podem aumentar de tamanho se houver um ganho retirado de peso. É recomendado fazer lipoaspiração para tratar as gorduras localizadas, pois o resultado pode ser definitivo. Um culote aspirado não volta mais, mesmo com o aumento de peso.

13- Há um limite para a quantidade de gordura a ser retirada?

Verdade – Para garantir que a cirurgia seja um sucesso e diminuir grandemente o risco de morte, o correto é não exceder o limite de 7% do peso corporal e 40% da superfície corporal.

14- A gordura enxertada vai ser toda absorvida em algum tempo?

Mito – Cada caso é diferente. Em geral, existe a absorção de apenas parte da gordura enxertada. Esta absorção é de 30% a 40%. Alguns pacientes podem ter uma absorção bem próxima ao total.

15- Fazer lipoaspiração pela segunda vez é mais difícil que na primeira?

Verdade – Quando a cirurgia é feita pela segunda ou terceira vez, em uma mesma região, há traves fibrosas naquele tecido gorduroso e muitos vasos sanguíneos neoformados, o que dificulta a execução do procedimento e aumenta a chance de fibrose (nódulos endurecidos) pós-operatória.

Silicone: Mitos X Verdades

16- As próteses de silicone nas mamas prejudica a amamentação?

Mito- O silicone não interfere na amamentação. As próteses também não interferem na produção ou excreção do leite.

17- Caso a pessoa sofra um impacto muito forte, a prótese pode romper?

Mito – As próteses de seios e nádegas são feitas de gel coeso e podem ser cortadas como uma gelatina. Mesmo assim, o conteúdo não escorre.

18- A paciente pode pedir ao médico o tamanho de prótese que ela quiser?

Mito- Antes de mais nada a paciente deve ter pele suficiente para a inclusão do tamanho desejado, ou seja, a prótese deve caber. Além disso, o bom senso deve prevalecer. Cabe a ambos avaliar as proporções físicas para saber se o resultado final vai ser satisfatório ou não. Antes de escolher a quantidade exata é necessário observar o tamanho do tronco, a circunferência das costas, a distância entre o pescoço e os seios, o tamanho atual das mamas e a compleição física da paciente.

19 -Depois de colocar silicone a mulher perde a sensibilidade nos seios?

Mito - É comum ter a sensibilidade alterada, principalmente na região dos mamilos, depois da cirurgia e nos três meses seguintes. Mas, gradualmente, a paciente deve recuperar a sensibilidade. São raros os casos onde a perda de sensibilidade é permanente.

20- A prótese de silicone nos seios precisa ser trocada a cada dez anos?

Mito – Não há essa necessidade. A prótese deve ser examinada com frequência e, caso tenha se mantido intacta, não há necessidade de trocar.

21- Existe alguma idade ideal para realizar o implante de silicone nos seios?

Verdade – A cirurgia só poderá ser realizada após a passagem da puberdade, quando o corpo já está completamente formado. Normalmente essa idade está relacionada à primeira menstruação, sendo recomendado esperar o mínimo de 3 anos após esse acontecimento. Além disso, a maturidade da adolescente deve ser levada em conta.

22- O implante de silicone é uma cirurgia segura?

Verdade - A segurança e o alto índice de satisfação das pacientes é o que faz com que seja uma das cirurgias plásticas mais procuradas hoje em dia.

23- Cirurgia plástica na barriga só se faz quando há sobra de pele na região, não é para emagrecer.

Verdade – Nenhuma cirurgia plástica serve para emagrecer. Apenas para melhorar o aspecto do corpo. Pode-se aspirar à gordura localizada e retirar o excesso de pele, o que melhorará o contorno corporal.

24 – A cirurgia da face (facelifting) torna o paciente mais bonito?

Mito– Ela apenas dá um aspecto mais descansado ao rosto. É importante o uso posterior de peelings, toxina botulínica, preenchimentos para alcançar um melhor resultado.

25 – Cirurgia plástica dura para sempre.

Mito – Tanto a face quanto o corpo sofrem as mudanças relacionadas às exposições ao ambiente, à gravidade, características individuais como tipo de pele, genética, etc. A cirurgia plástica não congela o tempo.