Bradicardia Coxim MS

Informações sobre Bradicardia em Coxim. Encontre aqui endereços e telefones de médicos especialistas, clínicas e hospitais em Coxim, além de artigos sobre Bradicardia.

Pedro Honda
(67) 3291-2194
Rua Delmira da Cruz Bandeira 454
Coxim, Mato Grosso do Sul
 
Policlínica Lourdes Fontoura
(67) 3291-3138
Rua Santo Antônio 398
Coxim, Mato Grosso do Sul
 
Fernando Bernardo
(67) 3383-3552
Av.Fernando Correa da Costa 1233
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Alexandre Casali Neto
(67) 3321-3936
Rua Doutor Arthur Jorge 1096
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Joao Jackson Duarte
(67) 3041-5240
Av Afonso Pena 2419
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Interclinica
(67) 3291-1285
Rua Antônio de Albuquerque 640
Coxim, Mato Grosso do Sul
 
Frederico Somaio Neto
(67) 3421-7171
Rua Joao Vicente Ferreira 1789
Dourados, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Marcos Paulo Tiguman
(67) 3321-3748
Rua Rui Barbosa 3790
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Antonio Cholfe
(67) 3521-2515
Av. Eloy Chaves 85
Tres Lagoas, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Jose Reginaldo Junqueira Meireles
(67) 3382-6470
R Rui Barbosa 3901
Campo Grande, Mato Grosso do Sul
Especialidade
Cardiologia

Dados Divulgados por
Dados Divulgados por

Bradicardia

A bradicardia é definida como sendo uma arritmia, que se traduz em uma diminuição na frequência cardíaca. Normalmente, um ser humano possui uma frequência cardíaca de 60 a 100 batimentos por minuto, sendo assim, quando o batimento por minuto está abaixo de 60, é definido como bradicardia. Embora isto seja comum em pessoas em boa forma física e atletas, na maior parte dos casos, esta condição indica problemas na condução do estímulo elétrico.As causas deste problema podem ser várias, e são divididas em cardíacas e não-cardíacas. Estas últimas, geralmente são secundárias, relacionadas ao uso de drogas, questões metabólicas ou endócrinas (principalmente na tireóide), desequilíbrio eletrolítico, fatores neurológicos, reflexos autônomos, fatores circunstanciais, como por exemplo, repouso por um grande período de tempo e problemas auto-imunes. Já as causas cardíacas incluem doença cardíaca vascular e doença cardíaca isquêmica crônica. No geral, as desordens no nódulo sinoatrial ou no nódulo atrioventricular são os que mais resultam em bradicardia. Esta alteração é mais comum em idosos.A bradicardia sinusal é a forma mais comum, e ocorre quando o ritmo cardíaco definido pelo marcapasso natural do coração (nódulo sinoatrial) está abaixo de 60 batimentos por minuto.Esta diminuição da frequência cardíaca pode levar à pressão baixa, pois há uma queda do esforço muscular realizado pelo coração; pode também causar danos ao organismo, pois esta passa a receber menos oxigênio devido à diminuição da circulação sanguínea.Primeiramente, deve ser feito um controle dos sintomas associados (limitações resultantes da fadiga, desmaio e tonturas) e em seguida, deve ser feito um tratamento dependendo se há a presença de sintomas e suas causas.Leia também:TaquicardiaFontes:http://www.copacabanarunners.net/bradicardia.htmlhttp://pt.wikipedia.org/wiki/Bradicardia_sinusalhttp://portaldocoracao.uol.com.br/doencas-cardivasculares.php?id=1553http://arritmias.blog.com/tag/bradicardia/http://pt.wikipedia.org/wiki/Bradicardia