Blefaroplastia Boa Vista, Roraima

Informações sobre Blefaroplastia em Boa Vista. Encontre aqui endereços e telefones de médicos especialistas, clínicas e hospitais em Boa Vista, além de artigos sobre Blefaroplastia.

Clínica São Luiz
(95) 3224-4963
Avenida Nossa Senhora da Consolata 760
Boa Vista, Roraima
 
Clínica Fisiocorpo
(95) 3624-4316
Rua Pedro Rodrigues 1440 s 3
Boa Vista, Roraima
 
Clínica Neuroscan
(95) 3224-8003
Rua José Coelho, 38
Boa Vista, Roraima
 
Cecor
(95) 3224-4712
Avenida Brigadeiro Eduardo Gomes, 3497
Boa Vista, Roraima
 
Clínica Arcoverde
(95) 3624-3993
Rua Rocha Leal, 204
Boa Vista, Roraima
 
Clínica Pró Mater
(95) 3224-0899
Rua Roberto Costa 78
Boa Vista, Roraima
 
Clínica Mãe de Deus
(95) 3224-0325
Avenida Major Williams 1782
Boa Vista, Roraima
 
Centro Auditivo de Roraima
(95) 3624-4777
Avenida Major Williams 2067
Boa Vista, Roraima
 
Clínica São Mateus
(95) 3623-3999
Avenida Glaycon de Paiva 1056
Boa Vista, Roraima
 
Galeria Vida
(95) 3624-5033
Avenida Major Williams 1655
Boa Vista, Roraima
 

Blefaroplastia

A blefaroplastia, popularmente conhecida como cirurgia plástica das pálpebras, objetiva corrigir a flacidez muscular e da pele, bem como as bolsas que surgem nas pálpebras, normalmente, em consequência do envelhecimento natural da pele facial. Esta excessiva pele, além de ser um incomodo estético, também pode prejudicar a visão.Além do envelhecimento da pele, outros fatores podem predispor à flacidez da pele e formação de bolsas, como genética e características familiares e étnicas, tabagismo e radiação solar. Traumatismos e certas doenças também podem desencadear deformidades na região das pálpebras.Este procedimento cirúrgico não visa remover os chamados pés de galinha e também não é capaz de elevar as sobrancelhas. Para que esta última opção seja alcançada, outra técnica deve ser associada.A blefaroplastia é um procedimento cirúrgico no qual se realiza, na maioria das vezes, sulcos na pálpebra superior e na linha logo abaixo dos cílios na pálpebra inferior, com pequenas extensões laterais que seguem rugas naturais da pele. O que se encontra em excesso (pele e/ou músculos) é removido e a gordura herniada (acumulada) é tratada. Por fim, a pele é suturada. Geralmente, esta cirurgia é feita administrando-se ao paciente anestesia local e sedação; contudo, pode ser utilizada anestesia geral.Após o procedimento cirúrgico, o paciente fica com um pequeno curativo na região operada, que deve ser removido dentro de 4 a 6 dias. Habitualmente, de 7 a 10 dias é o tempo necessário para o paciente retomar sua rotina. No entanto, a completa cicatrização e acomodação dos tecidos em sua nova localização irão levar algum tempo, sendo necessário, no mínimo, 3 meses para poder observar o resultado final.Algumas condições podem tornar o procedimento de blefaroplastia mais arriscado, como problemas de tireóide, indivíduos que apresentam escassez de lágrima, hipertensão, bem como outras desordens ciruclatórias como doenças cardiovasculares, diabetes, doenças da retina e glaucoma. Nestas situações, o cirurgião plástico deve ter mais cuidado e solicitar exames com outros especialistas, como cardiologista e oftalmologista.Ocasionalmente, podem surgir pequenas complicações após o procedimento de blefaroplastia, como visão dupla ou embaçada por poucos dias, edema temporário no canto das pálpebras, leve assimetria e alterações dos cílios.Já as complicações mais graves compreendem: dificuldade de fechar os olhos quando dormem (podendo tornar-se permanente esta condição) e ectrópio (queda da pálpebra inferior).Fontes:http://www.naturale.med.br/blefaroplastia.htmhttp://www.cirurgia-plastica.com/palpebras/http://www.abcdasaude.com.br/artigo.php?47